*Se preferir, acompanhe o post por áudio. Tempo de áudio: 03:19 min

Tempo de leitura: 7 minutos

Ok, Google! Essa frase é familiar para você? 

Essa é a frase clássica para ativar a pesquisa por voz do Google, chamada Google Voice Search. Ela pode ser acessada somente por voz, inclusive, ou ainda clicando no microfone do lado direito da barra de pesquisa do seu celular.

Cada vez mais popular, a pesquisa por voz vem conquistando os usuários. Isso porque, além de fácil, ela é prática e você nem precisa usar as mãos para realizar uma pesquisa no Google. 

 

Como tudo começou…

Há anos o Google vem aprimorando os mecanismos de pesquisa, a fim de melhorar a experiência com a tecnologia de pesquisa por voz. 

O foco é melhorar a interpretação do algoritmo e refinar sua precisão. 

O Google, por sua vez, sempre realiza melhorias no algoritmo para compreender a intenção do usuário e proporcionar uma experiência mais assertiva com a ferramenta.

 

Por que esse mecanismo é importante?

Como o uso desse recurso vem se tornando cada vez mais popular, é interessante pensar na estratégia por trás disso.

De modo geral, com a ascensão do uso de uma ferramenta, a  tendência é que os sites e empresas se adaptem ao seu uso. 

Desse modo, é importante pensar em como a otimização dos conteúdos do site pode ser feita pensando nesse público de pesquisas por voz.

Por isso, vou te dar umas dicas sobre o Google Voice Search para você entender como trabalhar o seu conteúdo a favor das pesquisas.

Antes de mais nada a otimização de conteúdos clássica utiliza palavras chaves e essa é uma forma muito eficaz de fazer o SEO.

A questão que surge é “e quando o usuário pesquisa por voz no Google, o seu conteúdo cheio de palavras chave vai aparecer para ele?”.

A resposta é que provavelmente não. Mas o legal é que você pode fazer a otimização justamente pensando nessa estratégia.

 

Como otimizar meus conteúdos e anúncios para o Google Voice Search?

A principal diferença entre as pesquisas por voz em comparação às de texto é que ao digitar as palavras as pessoas tendem a escrever menos para serem mais objetivas.

Na pesquisa por voz, ocorre ao contrário, as pessoas verbalizam pesquisas muito mais longas e específicas. 

Por isso, o ideal é segmentar bem e desenvolver conteúdos e anúncios bem específicos para garantir resultados mais expressivos com o Google. 

 

Veja um exemplo:

Se você precisa encontrar um lugar para comprar sapatos em Bauru e faz uma pesquisa de digitação, provavelmente vai escrever “loja de sapato em Bauru”.

Por outro lado, em uma pesquisa por voz é muito mais comum que você diga “onde comprar sapatos em Bauru”, não é mesmo?

Viu só? Com a possibilidade de fazer mínimo esforço na pesquisa é muito mais intuitivo que você fale mais palavras para encontrar o que quer e isso segmenta muito os resultados.

Por isso é importante que você utilize palavras chave e anuncie termos e frases mais completas e explícitas de acordo com o seu público.

A pesquisa por voz dá mais liberdade e praticidade para o usuário, adaptando seu site a ela, você cria mais maneiras das pessoas te encontrarem e interagirem com a sua empresa.