Bruna Ciafrei, CEO do Mobsite, participou pelo segundo mês das atividades promovidas pelo Startup SP Bauru.  Bruna foi selecionada em agosto para representar a ferramenta no programa desenvolvido pelo Sebrae em nove cidades do estado de São Paulo que busca encontrar ideias inovadoras que solucionam algum problema do mercado. 

startup sp bauru
Dez startups de Bauru participam do programa Startup SP do Sebrae em 2019

O  foco do Mobsite é atuar na dificuldade das agências em conseguir entregar sites de qualidade para os clientes, já que elas são especialistas em comunicação e não em tecnologia. O Mobsite é considerado inovador por funcionar em um sistema de assinatura. Assim, é possível entregar sites personalizados com alta performance por um valor mensal compatível com o mercado e inferior aos custos de projetos desenvolvidos por empresas que programam do zero. 

Atividades no Startup SP Bauru

Em setembro, as atividades do Startup SP Bauru envolveram mentorias, atividades de validação do modelos de negócio e do MVP (Mínimo Viável Produto) e o desenvolvimento da metodologia Design Sprint.

startup sp bauru
Design Sprint é derivado do Design Thinking,  um conjunto de ideias e insights utilizado por empreendedores para resolver uma série de problemas e obter resultados

As duas primeiras mentorias foram dadas por Marcelo Bartholomeu, especialista em vendas consultivas e em reestruturação e estruturação da área comercial, implementação de novos produtos e processos, gestão de equipes e análise de operações , e por Edson Spósito, profissional com experiência de mais de 30 anos no gerenciamento de empresas de diversos portes e sócio diretor da Spósito Soluções e Serviços. 

“ Eles deram muitas dicas de fluxo comercial e funil de vendas no Pipedrive e também falarem sobre tração e penetração de mercado. Isso me fez refletir sobre pontos muito importantes nos quais eu precisava me inteirar mais, como nos processos comerciais da empresa e na qualificação de leads. Desafio bom” conta Bruna Ciafrei. 

startup sp bauru
Palestra de Felipe Treina teve foco no descobrindo do público ideal para cada startup. Robson Carmona, comercial do Mobsite, também participou

Felipe Traina, fundador Salestime, um CRM (Customer Relationship Managemen) que automatiza processos comerciais, também palestrou sobre métodos de qualificação de leads e processos de entendimento do público-alvo. Traina trouxe atividades envolvendo  ICP (Perfil Ideal do Cliente), Ideal Customer Profile e Buyer Personas.  Para Bruna, o grande desafio  foi encontrar um funil ideal para trazer agências para o programa, mas ele finalmente foi criado.

Design Sprint no Startup SP Bauru

A atividade de Design Sprint foi desenvolvida em dois dias com 16 horas de incubação. O Design Sprint é uma metodologia dividida em cinco etapas que acelera a validação de modelos de negócios.  Esse processo consiste em responder questões críticas através de design, prototipagem e teste com usuários.  Além da CEO, Daniel Bonato, head de inovação do Mobsite, também participou. Daniel é formado em design, é pós-graduado em gestão de projeto e está em sua terceira startup.

Todos os projetos participantes do Startup SP Bauru receberam orientações de Brunno Barranco. O palestrante é referência em  Inovação, Design Thinking e Marketing e já atuou em grandes marcas.

startup sp bauru
Daniel Bonato, head de inovação, e Bruna Ciafrei, CEO do Mobsite, participaram de atividade de design ministrada por Brunno Barreto no Startup SP Bauru

“O Brunno nos trouxe outros grandes desafios dessa metodologia que abriram ainda mais as nossas mentes. O interessante foi percorrer o Design Sprint, entender os passos dele e pegar uma ideia e destrincha-la de uma forma detalhada, com pesquisa, mapeamento, prototipação e testes” descreve Bruna. 

O programa Startup SP Bauru vai até a primeira semana de dezembro e inclui atividades de capacitação, participação em eventos e mentorias com consultores do Sebrae e profissionais externos. No total são 18 semanas de atividade. Para ser selecionado para o programa do Sebrae, além de ser inovador, é necessário já ter um MVP e, no mínimo, dois fundadores, sendo um deles totalmente dedicado ao negócio.